Desligamentos em rede cortam 442 MW na região de Manaus

Ocorrência em LT sobrecarregou outra, provocando o desarme de três subestações e das UTEs Ponta Negra e Aparecida

Ocorrências na rede elétrica do Amazonas acabaram interrompendo 442 MW de carga do SIN na região na tarde da última terça-feira, 29 de outubro, informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), por meio do seu boletim diário da Operação, que registrou tempo chuvoso com descargas atmosféricas no momento do episódio.

Às 16:07 o Operador reportou que o desligamento automático da linha de transmissão 69 kV Manaus-Seringal acabou sobrecarregando outra linha da região, a Manaus-Cachoeirinha, provocando o desarme das subestações Ponta Negra, Iranduba, Ponta do Ismael, além de vários alimentadores e as centrais termelétricas Ponta Negra e Aparecida, que no momento da ocorrência estavam gerando 65 MW e 103 MW, respectivamente.

Foi registrado também o corte de 274 MW de cargas da Amazonas Energia na área metropolitana da capital amazonense. Os trabalhos para restabelecimento da energia foram iniciados 17 minutos após a ocorrência, sendo a mesma efetuada em uma hora e 27 minutos, devido a complexidade e número de ativos e equipamentos elétricos envolvidos no evento.