Capacidade de armazenamento cai na região Sul, que opera a 39%

Níveis caíram em todos os subsistemas do país em relação ao dia anterior. Norte trabalha com 30,4%, após recuo de 0,7% no volume útil

Em mais um dia de reduções no volume útil de todos reservatórios do país, a região Sul registrou recuo de 0,4%, ficando o submercado em 39,1% de sua capacidade, informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a partir dos dados operação do sistema da última quarta-feira, 30 de outubro. A energia afluente no mês foi para 37% da MLT, enquanto a armazenada afere 8.038 MW. As UHEs G.B Munhoz e Passo Fundo funcionam, respectivamente, a níveis de 21,72% e 37,51%.

No Norte a redução foi de 0,7%, fazendo o subsistema trabalhar com 30,4% de sua vazão. A energia contida admite 4.570 MW enquanto a armazenável permanece 74% da MLT. A usina de Tucuruí opera com 37,98% de sua capacidade. Já no Sudeste/Centro-Oeste do país foi registrado queda de 0,3% na vazão, que desceu para 22,6%. A energia armazenada indica 45.880 MW mês e a afluente segue em 57% da MLT. A UHE Furnas trabalha com 16,76% e a usina de Serra da Mesa com 14,48%.

Na região Nordeste os níveis caíram em 0,2%, e se encontram com 38,9% da capacidade de armazenamento. A energia afluente se encontra em 28% e a armazenada aparece com 20.164 MW mês. A hidrelétrica de Sobradinho funciona a 31,63%.

Outras informações sobre níveis de armazenamento, bem como a geração de gráficos comparativos, podem ser acessadas na Seção Reservatórios do Monitor, disponível para assinantes do CanalEnergia.