Acordo de R$ 1 bilhão faz Itaú ter participação em distribuidoras da Equatorial

Banco terá 9,9% na Equatorial Distribuição, que vai abrigar Celpa e Equatorial Maranhão

A Equatorial Energia informou em comunicado ao mercado na última segunda-feira, 5 de novembro, que celebrou acordo de investimento com o Itaú Unibanco. O banco vai ter uma participação acionária na Equatorial Distribuição, subsidiária que vai reunir as distribuidoras do Pará e do Maranhão.

De acordo com o comunicado, será feita uma operação em que a Equatorial Distribuição vai ser a controladora direta da Celpa e da Equatorial Maranhão. Após essa etapa, o Itaú vai fazer uma subscrição e integralização de ações preferenciais que vão ser emitidas pela Equatorial Distribuição no valor de R$ 1 bilhão. Com isso, ela vai ficar com uma participação de 9,9% no capital social da subsidiária, enquanto a Equatorial vai ficar com os 90,1% restantes.

A efetivação da Operação ainda está sujeita à satisfação de outras determinadas condições suspensivas, nos termos do Acordo de Investimento, comuns em operações dessa natureza, e que a Equatorial Energia se manterá como controladora indireta da Celpa e da Equatorial Maranhão.

O quadro acionário da Equatoial e dasua subsidiária fica assim após a operação: