Reforços na Novatrans trazem RAP adicional de R$ 38,1 milhões para Taesa

Obras vão aumentar capacidade de transferência de energia entre regiões Norte, Nordeste e Sudeste

A Taesa informou em comunicado ao mercado na última terça-feira, 19 de novembro, que concluiu as obras de reforço da concessão Novatrans, o que vai lhe propiciar um aumento de R$ 38,1 milhões na Receita Anual Permitida no ciclo 2019-2020. De acordo com o comunicado, a empresa cumpriu o prazo estipulado pela agência reguladora.

Foram feitas obra de recapacitarão de quatro Bancos de Capacitores Série 500kV nas LTs Miracema-Gurupi C2 e Serra da Mesa-Gurupi C2, para permitir o aumento na capacidade de transferência de energia entre as regiões Norte, Nordeste e Sudeste pela Interligação Norte-Sul, atualmente limitada pela corrente nominal dos bancos de capacitores série existentes. Segundo a Taesa, os Bancos de Capacitores Serra da Mesa e Gurupi Sul foram energizados em 21 de outubro e os Bancos de Capacitores Gurupi Norte e Miracema foram energizados, respectivamente, em 28 de outubro e 18 de novembro de 2019.

A Novatrans, que é a concessão com maior extensão de LTs da Taesa, entrou em operação em junho de 2003 e compõe o sistema de transmissão que interliga as regiões Norte e Sudeste. Ela tem cerca de 1.278 km de linhas de transmissão de 500kV e 6 subestações, passando por Maranhão, Tocantins, Goiás e o Distrito Federal.