BNEF: preço das baterias caiu 87% desde 2010

Relatório mostra que preço deve chegar em US$ 100/kWh em 2023

Relatório feito pela Bloomberg New Energy Finance mostra que os preços das baterias caíram 87% desde 2010, quando custavam US$ 1.100/ kW até 2019, ficando em US$ 156/kW. A última previsão é que em 2023 o preço das baterias esteja em US$ 100 kWh.

Ainda de acordo com o relatório, as reduções de custo em 2019 são resultado do aumento do tamanho dos pedidos, do crescimento das vendas de veículos elétricos com bateria e da penetração contínua de cátodos de alta densidade de energia. No curto prazo, a introdução de novos designs de embalagens e a queda nos custos de fabricação vão fazer os preços caírem.

A pesquisa de preço de Bateria de 2019 do BNEF prevê que, conforme a demanda acumulada ultrapassar 2 TWh em 2024, os preços cairão abaixo de US$ 100/kWh. O preço é visto como o ponto em que os veículos elétricos começarão a atingir a paridade de preço com os veículos com motores de combustão interna. No entanto, isso vai variar segundo a região de venda e do segmento de veículos. O relatório examina ainda como fabricantes e montadoras podem continuar a reduzir preços.

Para James Frith, analista sênior de armazenamento de energia da BNEF e autor do relatório, até 2030 o mercado de baterias valerá US$ 116 bilhões por ano e isso não inclui investimentos na cadeia de suprimentos. No entanto, à medida que os preços das células e pacotes estão caindo, os compradores receberão mais valor pelo seu dinheiro do que hoje.