Eneva declara comercialidade de Araguaína

Campo de gás tem volume estimado de 3,04 bilhões de m³

A Eneva informou em comunicado ao mercado na quinta-feira, 19 de dezembro, que apresentou à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis a Declaração de Comercialidade da acumulação Araguaína, descoberta no Bloco PN-T-102, na Bacia do Parnaíba. A Eneva pediu à ANP que a acumulação Araguaína passe a se chamar de Campo Gavião Carijó.

De acordo com a Eneva, Gavião Carijó é o nono campo que ela declara a comercialidade e tem volume estimado, Pmean, de gas-in-place (VGIP) de 3,04 bilhões de m³. A partir da Declaração de Comercialidade, a empresa tem até 180 dias para apresentar à ANP o Plano de Desenvolvimento do campo.