Engie compra Projeto Novo Estado da Sterlite por R$ 410 milhões

Empreendimento de construção tem 1.800 km em LTs e já está com licenças de instalação obtidas

A Engie Brasil Energia anunciou em comunicado ao mercado na última segunda-feira, 23 de dezembro, que assinou contrato de compra e venda com a Sterlite no valor de até R$ 410 milhões para a compra da totalidade das ações do projeto Novo Estado, o lote 3 do leilão de LT do Leilão de Transmissão 002/2017. O valor ainda está sujeito a ajustes até a data de fechamento da operação. De acordo com Eduardo Sattamini, presidente da Engie Brasil Energia, a aquisição está alinhada com a estratégia da empresa de se posicionar como um dos principais agentes da infraestrutura energética brasileira. A operação ainda depende do aval da Agência Nacional de Energia Elétrica.

O projeto Novo Estado consiste em aproximadamente 1.800 quilômetros de linhas de transmissão, uma nova subestação e expansão de outras três subestações existentes nos estados do Pará e Tocantins. O comunicado diz que as licenças de instalação do empreendimento já foram obtidas e a construção está prevista para começar em 2020. A indiana Sterlite chegou ao país na esteira da retomada da atratividade dos leilões de transmissão. Em novembro ela já havia anunciado a venda de outro empreendimento de transmissão – o Projeto Arcoverde – para a Vinci Partners por R$ 141 milhões.