Chesf energiza aerogeradores na Bahia

Conclusão de Pindaí I, II e III, que contam com 55 turbinas, sendo 35 já em operação comercial, representará incremento de 110 MW à companhia

A Chesf finalizou na última quarta-feira, 15 de janeiro, o processo de energização dos aerogeradores referentes aos Complexos Eólicos Pindaí I, II e III, localizados na Bahia. São ao todo 55 unidades geradoras, dos quais 35 já se encontram em operação comercial e 20 em operação de teste. As informações foram publicadas pela Eletrobras nesta sexta-feira, 17 de janeiro, por meio de comunicado ao mercado e acionistas.

Na nota, a controladora da Chesf lembra que a conclusão dos projetos representará um incremento de 110MW de capacidade instalada da companhia e corresponde a uma receita anual de R$ 70,7 milhões. Os empreendimentos foram constituídos por onze sociedades de propósito específico criadas a partir do Leilão de Energia de Reserva, do Leilão A-3 e do A-5 realizados ainda em 2013.