Consumo das distribuidoras da Energisa sobe 4,2% em 2019

No quarto trimestre, aumento ficou em 3,3%

O consumo total de energia do Grupo Energisa de 3.111,9 GWh em 2019 mostrou crescimento de 4,2% , com aumento em praticamente todas as classes de consumo, em especial a residencial e comercial, que apresentaram aumento de 6,4% e 4,7%, respectivamente. O destaque no ano ficou com a Energisa Mato Grosso, com aumento de 6,8% e a Energisa Mato Grosso do Sul, com alta de 6,3%.

No quarto trimestre do ano, o consumo ficou em  9.487,5 GWh, o que representa aumento de 3,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. As classes residencial, com 6,7% e comercial, com 4,2%, puxaram a alta na esteira das elevadas temperaturas. Junto com elas, a classe rural também teve o seu consumo influenciado pelas altas temperatura, o que demando mais energia para irrigação.

Em dezembro, o volume consumido de energia nos mercados cativo e livre de 3.111,9 GWh mostrou crescimento de 6,6% na comparação com o mesmo mês do ano anterior. Considerando o fornecimento não faturado, o volume registrado foi de 3.113,6 GWh, subida de 3,2% na mesma base de comparação. O desempenho justifica-se, principalmente, pelas altas temperaturas e menor nível de chuva na maioria das concessões. A  classe residencial teve crescimento de 10,8%, também devido ao clima e ao calendário. Já a classe comercial teve aumento de 5,9%. A pouca ocorrência de chuvas impulsionou o consumo na classe rural, que cresceu 9,1%.