Fonte solar poderá investir R$ 19,7 bi em 2020, estima Absolar

Entidade estima que a geração distribuída deverá ser a responsável pela maior parte desses aportes com crescimento de até 170%

Projeções da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) apontam que a fonte solar deverá receber investimentos privados que podem somar mais de R$ 19,7 bilhões no ano de 2020. Esse valor considera o segmento de geração distribuída e centralizada. Desse volume, indica a entidade, a geração distribuída corresponderá a cerca de R$ 16,4 bilhões, com o acréscimo de mais de 4 GW de potência instalada. Se a projeção da associação se confirmar, a GD apresentará um crescimento de 170% frente ao total acumulado até 2019, passando de 2 GW para 5,4 GW. Já no segmento centralizado, o crescimento previsto será de 25%, saindo dos atuais 2,4 GW para 3 GW.
Com base nesses números, a associação estima ainda que a fonte deverá gerar mais de 120 mil novos empregos em 2020. Deviso a sua característica, estes postos estarão espalhados por todas as regiões do País. Ao se confirmar as expectativas, o setor deve encerrar 2020 com um total acumulado de mais de 250 mil empregos no Brasil desde 2012, distribuídos entre mais de 15 mil empresas de todos os elos produtivos do setor. A maior parcela destes postos de trabalho deverá vir das mais de 14 mil pequenas e médias empresas do segmento de geração distribuída, responsáveis por mais de 162 mil empregos acumulados.