Insole e Empírica captam R$ 150 mi para financiar energia solar

Empresas criaram um fundo de investimento em direitos creditórios (FIDC) voltado ao financiamento de painéis solares

A fintech Insole, financiadora de soluções para energia solar, em parceria com a gestora Empírica Investimentos, captaram R$ 150 milhões e criaram um fundo de investimento em direitos creditórios (FIDC) voltado ao financiamento de painéis solares. De acordo com o comunicado divulgado na última segunda-feira, 10 de fevereiro, o produto é o primeiro lançado no Brasil com esse perfil.

A iniciativa expande o modelo de negócio da fintech para acelerar o crescimento nos próximos anos e permite aos investidores institucionais acessar uma nova classe de ativos financeiros caraterizada por prazos longos.

Neste primeiro momento serão cedidos ao FIDC apenas contratos firmados na pessoa jurídica (comercial e industrial). Posteriormente será analisado a aceitação de contratos firmados junto a pessoas físicas (residencial).

Atuando a quase sete anos no mercado, a Insole já instalou mais de 50 MWp, distribuídos por mais de mil projetos em todo o país, segundo informações do site da empresa.

“O FIDC Empírica Insole surge como uma fonte alternativa de financiamento e ampliarmos nossas fontes de funding com uma proposta inovadora e complementar ao funding de nossas instituições financeiras parceiras”, disse Ananias Gomes, CEO da Insole.

“Somos pioneiros na estruturação e gestão de fundos em diferentes nichos e estamos confiantes com essa nova parceria com a Insole no setor de energia solar”, disse Giuliano Longo, sócio-diretor da Empírica. Atualmente, a Empírica Investimentos detém cerca de R$ 2,5 bilhões de ativos sob gestão e mais de 25 FIDCs.