Eólica de 10 MW tem operação aprovada na Bahia

Aneel também liberou testes em 203,7 MW solares no Piauí

A central eólica Corrupião 3, localizada na Bahia, no município de Pindaí, recebeu autorização da Aneel para operação comercial de cinco aerogeradores de 2 MW, totalizando 10 MW de capacidade instalada para a região.

A Agência também deu provimento às empresas Enel Green Power e Celeo Redes Brasil, liberando para testes aproximadamente 203,7 MW fotovoltaicos no Piauí. A decisão envolve a UFV São Gonçalo 10, de 50 MW no município de São Gonçalo do Gurguéia, e outras cinco da Celeo em São João do Piauí: Etesa 17 (32,1 MW), 19 (32,1 MW), 20 (28,8 MW), 21 (28,8 MW) e 22 (31,8 MW), num total de 106 módulos fotovoltaicos contemplados pelo parecer positivo.