CEB D restringe atendimento presencial a clientes

Distribuidora recomenda à população do Distrito Federal que dê preferência aos canais virtuais disponíveis

A CEB Distribuição decidiu suspender o expediente das agências de atendimento ao público para reduzir as possibilidades de contágio pelo coronavírus. O atendimento presencial será feito apenas para os casos emergenciais motivados pela falta de energia ou suspensão por débito ou corte, em que não for possível solicitar a regularização pelos canais virtuais, informou a empresa em comunicado à imprensa.

A distribuidora recomenda que população evite o atendimento presencial e dê preferência ao atendimento virtual no site da empresa na internet e o aplicativo para smartphones. O cliente tem acesso a serviços como segunda via da conta, solicitação de religação para quem teve o fornecimento suspenso por falta de pagamento, solicitação de nada consta, alteração da data de vencimento, atualização cadastral, consulta do histórico de consumo, data da próxima leitura, andamento de solicitações e informações sobre indicadores de qualidade.

Os funcionários a CEB trabalharão em regime de escala para reduzir a exposição ao risco de contágio. O atendimento será feito a uma distância mínima de um metro do cliente. A companhia informou ainda ter adotado medidas internas de prevenção e resposta aos riscos provenientes da pandemia do Coronavírus no Distrito Federal.