BDMG assina parceria para desenvolver o mercado de GD no Norte de Minas

Acordo prevê estimular a implantação de sistemas solares fotovoltaicos e o fortalecimento de empresas integradoras

O Bando de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) formalizou semana passada um protocolo de intenções com a Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD), a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMANS) e o Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Área Mineira da Sudene (CIMAMS). A parceria contempla a realização de ações, estudos e análises para criar oportunidades para profissionais e empresas locais, visando o apoio institucional e financeiro ao setor de energias renováveis na área mineira da Sudene.

Como metas, o protocolo – cuja vigência é de 24 meses – prevê estimular a implantação de sistemas solares fotovoltaicos no segmento de micro geração distribuída na região, estimular o fortalecimento de empresas integradoras do setor de energia solar fotovoltaica, bem como o surgimento de novas empresas em outros setores ligados ao segmento.

O incentivo à geração de energia limpa é um dos elementos centrais da estratégia de atuação do BDMG. No ano passado, os desembolsos para projetos de geração de energia solar fotovoltaica triplicaram em relação a 2018, chegando a R$ 53 milhões. O número de usinas solares financiadas pelo Banco mais que dobrou em 2019, passando de 25 para 54. A capacidade de geração dos empreendimentos financiados em 2019 chega a 45,8 GWh/ano, o suficiente para abastecer 23,8 mil domicílios. Cerca de 78% das liberações para projetos de energia solar foram para o Norte de Minas.