Covid-19: agentes anunciam medidas para evitar contágio

Entre as ações, há restrições de viagens, participação de eventos de grande público e incentivo a reuniões por videoconferência

Com objetivo de minimizar o risco de contaminação com o coronavírus (Covid-19), agentes do setor elétrico têm anunciado ações para preservar a saúde de funcionários e executivos. Mais cedo, noticiamos que a fabricante de aerogeradores Siemens Gamesa colocou cerca de 200 funcionários em quarentena nos estados de São Paulo e Bahia.

A reportagem teve acesso a um comunicado interno da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) onde há recomendação para adiar viagens nacionais e internacionais, assim como participação em treinamentos ou representação institucional em eventos, exceto casos excepcionais que deverão ser avaliados pela diretoria colegiada.

As reuniões e eventos com agentes do mercado deverão ser realizadas, preferencialmente, por videoconferência. Gestantes e portadores de doenças respiratórias crônicas estão autorizados a trabalhar remotamente, assim como servidores que retornaram de locais de surto da doença – neste último caso, por 14 dias. A Aneel ainda suspendeu o recebimento de delegações e comitivas, bem como a realização de eventos de grande porte pela agência.

Em teleconferência com analistas de mercado nesta sexta-feira, 13 de março, o presidente da Energisa, Ricardo Botelho, anunciou que a corporação está adotando novos protocolos de higiene, cancelou a realização de viagens nacionais e internacionais, assim como informou que os executivos da empresa estão impedidos de participar de eventos e reuniões com grupos maiores. Reuniões por videoconferência serão estimuladas, bem como há recomendação para que os clientes utilizem os canais digitais e telefônico para entrar em contrato com a companhia.

Botelho disse que, apesar da expectativa de desaquecimento da economia global, os negócios do grupo não foram comprometidos, bem como não foram identificados potenciais impactos que possam mudar as premissas do plano de investimentos.

A Associação da Indústria de Cogeração de Energia (Cogen) emitiu um comunicado, também nesta sexta-feira, 13, cancelando a Assembleia Geral Ordinária, marcada para 18 de março, em São Paulo. O evento contaria com uma apresentação especial do presidente da empresa de Pesquisa Energética (EPE), Thiago Barral, abordando o tema Plano Decenal de Energia (PDE 2029).

O 6º Fórum Regional de Geração Distribuída, edição Sudeste, que aconteceria no Rio de Janeiro nos dias 18 e 19 de março, foi adiado para 22 e 23 de julho, diante do risco de expansão do vírus e para salvaguardar os funcionários, congressistas e palestrantes.

“Pedimos a todos que guardem as devidas diligências a efeito de evitar a propagação do vírus, e realizem os protocolos sugeridos pelas autoridades competentes. Lamentamos profundamente os inconvenientes que este adiamento possa ocasionar, mas consideramos que, neste momento, é prioridade salvaguardar a saúde de todas as pessoas que participarão do Fórum GD Sudeste, bem como suas famílias e mais próximos”, comunicou a organizadora FRG Mídias & Eventos.

Segundo dados oficiais do Ministério da Saúde, o Brasil tem 1.485 casos suspeitos, 98 confirmados , 1.344 descartados e nenhum óbito causado pelo Covid-19.

CEB D restringe atendimento presencial a clientes