Lucro da Cemig sobe e fica em R$ 3,12 bilhões em 2019

Receita líquida de R$ 25,3 bilhões mostra crescimento de 14,03% no ano

A Cemig terminou o ano de 2019  com lucro líquido de R$ 3,12 bilhões, resultado 83,95% acima do R$1,7 bilhão de 2018. Em 2019, a receita líquida da estatal mineira cresceu 14,03%, chegando a R$ R$ 25,3 bilhões. Já o Ebitda em 2019 ficou em R$ 4,3 bilhões, valor 15,74% acima do registrado no ano anterior. No ano, os investimentos da empresa ficaram em R$1,32 bilhão, sendo que a Cemig-D recebeu a maior fatia, de R$ 986 milhões. a previsão para 2020 é que os investimentos cheguem a R$2,2 bilhões.

No quarto trimestre de 2019, a Cemig viu seu lucro recuar 50,36%, ficando em R$ 497,5 milhões. A receita operacional líquida no trimestre chegou a R$ 6,3 bilhões, crescendo em 16,77%. O Ebitda de R$ 993,3 milhões mostra um aumento de 0,48% na comparação com o último trimestre de 2018, de R$ 988,6 milhões.

De acordo com a Cemig, o último trimestre se caracterizou pela continuidade na melhora dos resultados da Cemig D no último trimestre, com um lucro líquido de R$392,7 milhões , em comparação a R$188,7 milhões no mesmo período de 2018. O lucro líquido da Cemig GT de R$43,3 milhões no quarto trimestre recuou em comparação a R$585,5 milhões no quarto trimestre de 2018. O resultado da Cemig GT foi impactado pela desativação de UTE Igarapé, registrado em outras despesas no montante de R$71, 7 milhões, pelo acordo referente a contingência em Aliança – Vale e Cemig – representando uma despesa de R$32 milhões e por um Impairment na Central Eólica Volta do Rio no valor de R$21,6 milhões.