MME enquadra projeto eólico na Bahia junto ao Reidi

EOL Morro Branco II prevê 31,1 MW de capacidade instalada e R$ 104,1 milhões em recursos livre dos encargos

O projeto para construção da central de geração eólica Morro Branco II, no município de Sento Sé, na Bahia, foi enquadrado pelo Ministério de Minas e Energia junto ao Regime Especial para o Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi). A decisão envolve a implementação de nove aerogeradores de aproximadamente 3,4 MW, somando 31,1 MW de potência.

Com a declaração, a companhia Morro Branco II Energética conseguirá a isenção de aproximadamente R$ 10,1 milhões em impostos, ficando o investimento total planificado em R$ 104,1 milhões, sem os encargos PIS/PASEP. O período de execução do projeto vai de junho deste ano até março de 2022, conforme os despachos publicados pelo MME no Diário Oficial da União e no seu portal.