Eneva convida assessores legais da AES Tietê para reunião no dia 30

Reunião eletrônica deverá apresentar estrutura proposta para transação acionária entre as empresas

Cartas trocadas entre as empresas AES Tietê e Eneva revelam que será realizada na próxima segunda-feira, 30 de março, reunião eletrônica entre os assessores legais das geradoras para dar continuidade à apresentação da estrutura proposta para a implementação da transação entre as empresas.

A Eneva propôs a união de ativos no começo do mês e desde então as empresas iniciaram as conversas. De acordo com a geradora que apresentou o negócio, a proposta é ‘altamente benéfica’ para os acionistas das duas organizações.

A carta com o convite para a reunião com os acionistas da AES Tietê veio em função de outra correspondência enviada anteriormente pela geradora ligada ao grupo  norte americano alegando falta de informações solicitada, como a estrutura societária pretendida pela Eneva para sua implementação. Esse dado foi considerado essencial pela AES Tietê para a melhor análise do processo. A transação deve envolver R$ 6,6 bilhões e caso seja aprovada, vai resultar em um player de geração com 6,4 GW nas fontes hídrica, térmica, eólica e solar.

(Nota da Redação: Matéria alterada às 18:03 horas do dia 27 de março de 2020 para correção de informação. Diferente do informado anteriormente, a reunião será com assessores legais e não acionistas)