Way2 lança plataforma de gestão de créditos para GD

Solução monitora a energia gerada e consumida e gerencia os créditos de usinas na modalidade de geração distribuída com compensação remota

A Way2, empresa catarinense de telemedição e gerenciamento de dados de energia, entra no mercado de Geração Distribuída com uma solução de gestão de créditos de energia. O Line é uma proposta da empresa para monitorar a energia gerada e consumida e gerenciar ciclos e faturas dos clientes.

A ideia do Line é simplificar a gestão de créditos para empresas que oferecem economia na conta de energia de pessoas físicas ou jurídicas através da geração distribuída remota. Ele pode ser aplicado nas modalidades autoconsumo remoto e geração compartilhada, considerando grandes empresas que tenham investido em ativos de GD e façam seu próprio controle de crédito; usinas que operem no modelo de geração distribuída remota e façam a sua própria colocação no mercado; e novas empresas que estão realizando mediação entre um portfólio de usinas de terceiros e consumidores, atuando de certa forma como agentes varejistas de economia de energia.

“O produto vem ao mercado para automatizar processos e trazer eficiência operacional e inteligência à visão econômica do negócio. Utilizamos tecnologia para automatizar processos que hoje são manuais e muito custosos para quem atende as suas unidades consumidoras, como a captura das faturas nos portais das distribuidoras e a extração das informações desses arquivos”, explica o gerente de produtos da Way2, Jefferson Kobs.

Além disso, a plataforma vai auxiliar na identificação de erros de compensação de faturas, na agregação de carga dos consumidores, na distribuição de cotas da energia injetada na rede pela usina de forma mais inteligente e na geração de relatórios dos resultados, aprimorando o relacionamento com os seus clientes. “É um mercado que está crescendo rapidamente e acreditamos que seja um passo importante para suportar a operação das comercializadoras varejistas de energia no futuro próximo”, afirma o Head de negócios do Line, Thales Fonseca.