Aneel aprova incorporação de transmissora pela CGT Eletrosul

A operação deverá ser assinada em 45 dias após a publicação pela agência

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou a incorporação da Transmissora Sul Brasileira de Energia pela Companhia de Geração e Transmissão de Energia Elétrica do Sul do Brasil (CGT Eletrosul). A empresa terá 45 dias, a partir da publicação da decisão da Aneel, para assinatura do contrato da operação de transferência.

A TSBE é responsável por instalações de transmissão localizadas nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. São elas a LT 230 kV Nova Santa Rita – Camaquã 3, CS, 140 km; – LT 230 kV Camaquã 3 – Quinta, CS, 163 km; – LT 525 kV Salto Santiago – Itá, C2, CS, 190 km; – LT 525 kV Itá – Nova Santa Rita, C2, CS, 305 km; e – SE 230/69/13,8 kV Camaquã 3 2×83 MVA.

O empreendimento foi arrematado em leilão de 2011 pela Eletrosul, que tinha na época 80% de participação, e pela Copel Geração e Transmissão, com 20%. As duas empresas criaram a TSBE, que foi assumida integralmente pela Eletrosul em maio do ano passado, em operação de compra da participação da estatal paranaense.