Cade aprova entrada de Fundo da Equinor na Micropower Comerc

Operação vai deixar Fundo Equinor Energy Ventures com 9,09% do capital social a MPC e 32,33% do capital de SPEs incorporadas

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica aprovou sem restrições à entrada do Fundo Equinor Energy Ventures na Micropower Comerc Energia, empresa voltada para serviços de operação e manutenção em projetos de serviços de armazenamento de energia elétrica e de energia solar distribuída. A Siemens Financial Services é um outro sócio da MPC. O Fundo Equinor, que investe em energia renovável e soluções de baixa emissão de carbono, vai ter 9,09% do capital social total e votante da MPC; e 32,33% do capital social de SPEs incorporadas pela MPC para deter e operar os ativos relacionados aos projetos de armazenamento e GD.

De acordo com o Cade, a operação não gera sobreposições horizontais ou integrações verticais no Brasil. A atuação do Grupo Equinor não traz conflito para as mesmas atividades desenvolvidas  pela MPC, que ainda são iniciantes no Brasil.