Primeira turbina de eólica da Casa dos Ventos na Bahia entra em operação

Folha Larga Sul tem investimentos de R$ 750 milhões e tem contrato no ACL com Vale

O primeiro aerogerador do complexo eólico Folha Larga Sul, localizado em Campo Formoso (BA) foi ativado. O empreendimento da Casa dos Ventos possui 36 turbinas V150-4.2 MW da dinamarquesa Vestas e terá parte de sua energia destinada ao mercado livre. O investimento total realizado pela Casa dos Ventos na construção do empreendimento foi de aproximadamente R$ 750 milhões, tendo como principal agente financiador o Banco do Nordeste.

Folha Larga Sul possui contrato de venda de energia com a Vale por 23 anos – o maior prazo já assegurado por um parque eólico no país – com a possibilidade por parte da mineradora de aquisição de participação na usina, de modo a se tornar autoprodutora. De acordo com Lucas Araripe, diretor de Novos Negócios da Casa dos Ventos, a empresa desenvolveu um modelo customizado, no qual assumiu os riscos e investimentos de construção do projeto, tendo o consumidor a possibilidade de, no futuro, tornar-se acionista do ativo, passando a usufruir dos benefícios de ser um autoprodutor. Segundo ele, a contratação por prazos maiores também garante baixo custo e previsibilidade, o que é interessante em países como o Brasil, onde há alta volatilidade de preços.

As obras de Folha Larga Sul começaram em 2019 e a previsão é que o projeto inicie sua operação comercial plena em julho deste ano. O cronograma vai ser antecipado, comprovando o histórico da empresa de competência em implantação.