UFVs da Sun Mobi atingem produção recorde em março

Produção das usinas paulistas Porto Feliz e Araçoiaba da Serra chegou a 219.094 kWh no período, volume 33% superior à média mensal

Com a combinação de condições meteorológicas favoráveis e esforços de operação e manutenção, as usinas fotovoltaicas da geradora Sun Mobi fecharam março com uma produção recorde, ficando 33% superior à média mensal. No mês, as plantas instaladas em Porto Feliz (SP), de 1 MWp e Araçoiaba da Serra (SP), com 400 kWp, produziram um total de 219.094 kWh contra o montante médio de 165.000 kWh.

A energia gerada nas UFVs da empresa é fornecida para clientes residenciais e comerciais instalados em 27 municípios da área de concessão da CPFL Piratininga, incluindo Santos, Sorocaba e Jundiaí. O excedente de energia também foi injetado na rede e concedido como crédito aos clientes, de maneira proporcional à quantidade contratada.

“Nossa expectativa é que essa energia extra, livre de custos, ajude os clientes residenciais que estão consumindo mais neste momento de quarentena e para os empresariais, que poderão acumular os créditos para uso futuro”, afirma Guilherme Susteras, sócio da Sun Mobi. Caso não precisem da energia neste momento, os clientes poderão usá-la em até cinco anos.

Segundo o executivo, o pacote da companhia pode ser contratado por empresas ou famílias sem condições técnicas de ter painéis solares, como é o caso da maioria dos prédios de apartamentos, que se encontram em imóveis alugados ou ainda que não tenham como fazer investimentos num sistema fotovoltaico. “O formato permite a democratização do acesso à energia solar”, completa Susteras.