Celpe tem aplicação de reajuste postergada para 1° de julho

Tarifa subirá 4,48% para os consumidores residenciais da distribuidora

A tarifa de energia elétrica dos consumidores residenciais da Celpe, em Pernambuco, subirá 4,48%, de acordo com o reajuste aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na última terça-feira, 28 de abril.

Em função do atual cenário de pandemia do Covid-19, a aplicação do reajuste foi adiada para 1° de julho de 2020. A Celpe atende a 3,75 milhões de unidades consumidoras.

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Aneel considera a variação de custos associados à prestação do serviço, divididos em Parcela A (aquisição e transmissão de energia e os encargos setoriais) e Parcela B (custos gerenciados pela empresa para manter suas atividades).

No reajuste da Celpe, de acordo com análise da Agência, o índice foi impactado principalmente por componentes da Parcela A (custos de energia e transmissão), além da inclusão de componentes financeiros apurados no atual processo.