Chesf energiza linha de transmissão tombada

Companhia construiu torres mais altas e espaçadas para a LT Paulo Afonso III / Garanhuns II, desligada desde 23 de abril devido a erosão na base de algumas estruturas

A Chesf concluiu na última terça-feira (28) as obras de recuperação das estruturas da linha de transmissão Paulo Afonso III / Garanhuns II, de 230kV, indisponível ao sistema desde o dia 23 de abril, devido a uma ocorrência que provocou a erosão na base de algumas torres, desarmando a linha. O trabalho envolveu equipes de todas as diretorias e, em especial da Diretoria de Operação. A energização da linha aconteceu às 22h16.

Para a companhia, a cheia de grande porte do Rio Ipanema, motivada por fortes chuvas e pelo rompimento da Barragem Zumbi, no município de Arcoverde (PE), foram as causas para queda de uma torre e danos a outras sete estruturas.

 

Equipes da Sede, no Recife, e das Regionais de Paulo Afonso e Salvador, além daqueles em campo contribuíram para a construção de novas torres, mais altas, com um vão entre elas de 531 metros, em área com risco de inundação, em virtude da possibilidade de rompimento da Barragem de Ipanema I, em Águas Belas (PE).