EDP começa ano com lucro de R$ 271 milhões

Receita líquida subiu 14,7% e ficou em R$ 3,27 bilhões

A EDP teve no primeiro trimestre de 2020 um lucro líquido de R$ 271 milhões, valor 8,3% menor que os R$ 295,6 registrado no mesmo trimestre do ano passado. A empesa, que divulgou seus resultados na última terça-feira, 5 de maio, viu sua receita operacional líquida crescer 14,7%, ficando em R$ 3,27 bilhões. O Ebitda de R$ 698,5 milhões mostra um recuo de 1% na comparação com o primeiro trimestre de 2019. O capex no trimestre ficou em R$ 621,2 milhões, 23,3% abaixo do investido no mesmo trimestre de 2020.

De acordo com o presidente da empresa, Miguel Setas, os resultados do primeiro trimestre foram moderadamente impactados pelos efeitos da pandemia de Covid-19. Segundo ele, a EDP agiu tempestivamente ativando seus processos de gestão de crise e o foco foi a proteção dos seus mais de 3.300 colaboradores próprios e dos seus parceiros de negócio, além da continuidade dos negócios, em especial a prestação dos serviços de geração, transmissão e distribuição de energia.

Na distribuição, o volume de energia distribuída apresentou redução 5,1%, devido as temperaturas mais amenas no período. Outro destaque do trimestre foi a evolução dos níveis de perdas, que seguiram uma tendência de redução, demonstrando o esforço que vem sendo feito para a melhora do indicador e o reforço na redes.