ONS: projeção de queda da carga chega a 9,9%

Perspectiva agora está cerca de 600 MW médios a menos do projetado semana passada, houve retração em todos os submercados

A segunda revisão semanal do Programa Mensal de Operação para o mês de maio apresentou uma forte redução da expectativa de carga no Sistema Interligado Nacional ante a semana passada. Agora a previsão é de queda de 9,9%, ou 60.353 MW médios. Na edição anterior do documento divulgado pelo ONS a previsão era de retração de 9%, ou 60.925 MW médios.
Essa nova previsão deriva da desaceleração de consumo em todo o país. No maior submercado, o Sudeste/Centro-Oeste é esperada queda de 10,6%, no Sul de 7,8%, no Nordeste está em 10,3% e no Norte em 8,4%.
A previsão de energia natural afluente recuou em quase todos os submercados, no SE/CO passou de 83% para 78% da média de longo termo. No Norte está o maior volume com 128% da MLT. Já no NE houve um leve aumento na projeção, para 82% da média. Agora a situação do Sul continua a se deteriorar, passou de uma projeção mensal de 16% para apenas 13% da média histórica, esta semana operativa, especificamente, é estimada em 10% da MLT com 827 MW médios.
O volume esperado para os reservatórios ao final do mês reflete essa situação no Sul com a expectativa de chegar ao dia 31 de maio em 13,7%, a única queda entre os submercados do país quando comparado ao nível reportado nesta sexta-feira, 8 de maio. No SE/CO a estimativa é de chegar a 56,3%, no Norte em 83,8% e no Nordeste o mais elevado, 92% do total.
O custo marginal de operação médio continua equacionado e zerado no NE e Norte, enquanto no SE/CO e Sul está em R$ 42,39/MWh,resultado do patamar de carga pesado em R$ 77,26/MWh e o médio em R$ 75,43/MWh. O leve também está no zero.
A estimativa de despacho térmico é de 5.570 MW médios em função da inflexibilidade declarada de usinas que soma 5.064 MW médios. A rubrica restrição elétrica continua no nível de 364 MW médios e ordem de mérito com 143 MW médios.
No decorrer da última semana o ONS reportou a ocorrência de chuva fraca nas bacias dos rios Jacuí, Uruguai e em pontos isolados do Iguaçu. Já para a próxima semana operativa que se inicia neste sábado, 9 de maio, deve ocorrer chuva fraca nas bacias dos rios Jacuí, Uruguai e em pontos isolados do Iguaçu, além do trecho incremental da UHE Itaipu. As bacias hidrográficas da região Norte apresentam previsão de pancadas de chuva no início da semana.