CEB aplica R$ 7 milhões para modernizar iluminação pública no DF

Iniciativa visa aumentar a luminosidade das vias e segurança da população, além de reduzir o gasto do governo com energia; Previsão é de troca de todas luminárias do Distrito pela tecnologia LED até 2022

O Governo do Distrito Federal, através da CEB, aplicou R$ 7,2 milhões para obras de iluminação pública durante o primeiro trimestre do ano, sendo R$ 2 milhões direcionados para eficiência energética e R$ 5,2 milhões na ampliação e melhoria da iluminação da região. A substituição de lâmpadas de vapor de sódio por lâmpadas de LED e a colocação de novos postes em alguns pontos têm duas finalidades: aumentar a luminosidade das vias e consequentemente a segurança da população, além de reduzir o gasto com energia, já que as lâmpadas brancas (de LED) consomem 50% menos que as amarelas.

Os recursos vêm da Contribuição de Iluminação Pública (CIP), taxa cobrada na conta de luz calculada com base no consumo residencial inferior a 80 kWh, que são isentas. O presidente da CEB, Edison Garcia, afirmou que o objetivo é dar uma maior sensação de segurança aos pedestres que circulam pelas localidades e até diminuir as ocorrências.

“Criamos um programa nesse governo que tem a participação da Secretaria de Obras e que se chama Luz que Protege, cujo conceito é dar melhor iluminação em áreas escuras ou que aparecem no mapa de distúrbios da Secretaria de Segurança Pública por falta de iluminação”, explica.

Segundo ele, a meta é fazer a substituição completa da iluminação do DF até 2022, trocando todas as luminárias por lâmpadas de LED, repondo luzes queimadas e instalando mais postes onde for preciso. “O programa de iluminação pública é extremamente vantajoso para o governo e para a população porque melhora a segurança, reduz o custo da energia e embeleza a cidade”, disse o presidente da companhia.

Iluminação das faixas

A CEB também possui um projeto com o Detran para iluminar as faixas de pedestre, pedido do governador Ibaneis Rocha, feito no ano passado. “Um projeto para a revitalização das faixas com pintura nova. Eu propus que, além de pintar as faixas, fizéssemos um reforço na iluminação”, conta Edison.

A ideia é colocar um flashlight amarelo em cima de cada faixa, uma espécie de luz que fica piscando, para chamar a atenção dos motoristas para a passagem e iluminar o pedestre. A fase piloto realizou a substituição de luminárias convencionais por LED em quatro faixas em Ceilândia Norte. Além da substituição das lâmpadas, as vias também tiveram as pinturas renovadas.