Capacidade diminui e reservatórios do Nordeste operam com 91%

Subsistema não registrava recuo em seus níveis há mais de um mês, num dia em que nenhuma região do país contou aumento em suas capacidades

Em mais um dia sem elevações nos níveis dos submercados brasileiros, a região Nordeste registrou recuo de 0,2%, caindo para 91% da capacidade em relação ao dia anterior na última quarta-feira (12), informa o boletim diário do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). A energia afluente marca 102% da média de longo termo e a armazenada aponta para 46.965 MW mês. A hidrelétrica de Sobradinho funciona com 93,57%.

Os reservatórios do Norte contaram com diminuição de 0,1% em sua vazão, descendo para 81,3%. A energia contida aparece com 12.335 MW e a armazenável indica 88% da MLT. A usina de Tucuruí opera com 98,85% de sua capacidade. O submercado Sudeste/Centro-Oeste também variou 0,1% negativos, apresentando em 54,8% do seu volume útil. A energia contida aponta 111.292 MW mês e a afluente segue em 78% da MLT. Furnas registra 65,79% e a hidrelétrica de São Simão opera a 87,24%.

O Sul do país manteve seus níveis estáveis pelo segundo dia consecutivo e opera com 14,7% de sua capacidade de armazenamento. A energia afluente aumentou para 6% da MLT, enquanto a armazenada indica 2.917 MW. As UHEs Passo Fundo e G.B Munhoz funcionam respectivamente com 30,77% e 14,51%.

Outras informações sobre níveis de armazenamento, bem como a geração de gráficos comparativos, podem ser acessadas na Seção Reservatórios do Monitor, disponível para assinantes do CanalEnergia.