Petrobras dá largada para venda de térmicas a óleo

Estatal põe a venda 578 MW em térmicas na Bahia e RS

A Petrobras informou em comunicado que iniciou a etapa de divulgação da oportunidade para a venda de quatro usinas termelétricas. Os ativos em questão são as UTEs Arembepe (150 MW), Bahia 1 (32 MW) e Muricy l (147 MW), movidas a óleo combustível e localizadas em Camaçari (BA) e a UTE Canoas (249 MW), bicombustível e localizada na cidade de mesmo nome, no Rio Grande do Sul. Os ativos somam 578 MW. O banco Goldman Sachs foi contratado para conduzir a operação.

De acordo com a Petrobras, as usinas estão totalmente operacionais e somam 241 MW em garantia física. As UTEs são ativos de titularidade da Petrobras e a operação envolve a venda dos clusters. A estatal destaca ainda sobre as usinas que a capacidade contratada equivale a mais de 60% da potência total instalada do parque e as receitas são reajustadas anualmente de acordo com a inflação. Ela ressalta ainda que a operação da UTE Canoas deve ser significantemente favorecida com a expansão esperada da malha de gasodutos e de novos terminais de regaseificação. Esses projetos devem destravar o fornecimento na região e possibilitar a operação a gás, com mais flexibilidade para composições de negócios.

Os interessados deverão entrar em contato com o Goldman Sacha até o dia 12 de junho para receberem os documentos do Acordo de Confidencialidade e do Certificado de Conformidade. A distribuição do Memorando de Informações Confidenciais vai começar em 15 de junho de 2020, com o envio aos potenciais compradores que executaram o acordo e o certificado.