CCEE recalcula PLD horário de 2019 com nova versão do Dessem

Segundo Talita Porto, o reprocessamento dos dados era uma demanda dos agentes, com a medida a análise pode ser mais assertiva e próxima do cenário atual de operação

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica realizou o reprocessamento do PLD horário referente ao ano de 2019. A divulgação dos valores atualizados ocorreu nesta quarta-feira, 13 de maio, compreendendo o período de  janeiro de 2019 a janeiro de 2020. Essa medida foi tomada em função de passar a utilizar a versão 19.0.5 do modelo Dessem, classificada como mais estável.
A tomada dessa ação, informou a câmara, decorre de seu comprometimento com a transparência e o trabalho de apoio aos agentes nos estudos do preço horário. Segundo a CCEE, o reprocessamento dos dados de 2019 com uma versão estável do modelo assegura mais de um ano de PLD sombra com as mesmas funcionalidades e parâmetros. E que a necessidade de rever os valores decorre das evoluções realizadas no modelo ao longo do projeto de implementação da metodologia. Desde o início das simulações, já houve 73 versões.
“Com o reprocessamento, que era uma demanda dos agentes, permitiremos uma análise mais assertiva e próxima do cenário atual de operação. A CCEE tem procurado fornecer o máximo de informações para auxiliar a adequação do mercado ao PLD horário”, destacou Talita Porto, vice-presidente da Câmara de Comercialização em comunicado.
Para disponibilizar as informações, explicou a CCEE, foi necessária uma série de rodadas dos modelos computacionais que calculam o preço. Começou com a execução de todos os decks dos 12 PMOs de 2019 na versão 27 do Newave, com os aprimoramentos aprovados pela CPAMP, com a correção do valor do custo do déficit e a incorporação dos dados cadastrais do GTDP. Passou ainda pelos modelos GEVAZP e DECOMP até chegar ao que calcula o PLD horário.