Energisa lucra R$ 581,7 milhões no 1º trimestre

Resultado 351,7% maior que em igual período anterior em decorrência de bônus de subscrição de debêntures

A Energisa registrou uma alta de 351,7% no lucro líquido do primeiro trimestre do ano, que ficou em R$ 581,7 milhões, ante R$ 128,8 milhões em igual período anterior. Segundo a empresa, o resultado foi influenciado positivamente pelo registro contábil da marcação a mercado do bônus de subscrição atrelado à 7ª emissão da Energisa S/A no valor de R$ 440,5 milhões.

A receita operacional bruta recuou apenas 0,5% no primeiro trimestre para R$ 7,102 bilhões. Já a receita operacional líquida, sem receita de construção, ficou em R$ 4,233 bilhões, o que significa um recuo de 2,2% sobre o mesmo trimestre de 2019. O ebtida ajustado da empresa nos três primeiros meses do ano ficou em R$ 929 milhões, 2,7% acima do obtido no ano passado.

A dívida líquida da Energisa cresceu 21,8% para R$ 13,699 bilhões no final do trimestre. Os investimentos aumentaram para 30,9% para R$ 713,9 milhões de janeiro a março deste ano.