Equatorial direciona R$ 5 milhões para 4 hospitais de campanha do Pará

No resumo do dia, Enel anuncia mais doações em São Paulo e EDP apoia produção de peça musical de fé e resistência à pandemia e suas dificuldades

O Grupo Equatorial Energia realizou uma doação de R$ 5 milhões ao governo paraense para ajudar a combater o avanço do coronavírus e seus efeitos socioeconômicos. O recurso será aplicado na manutenção dos quatro hospitais de campanha que já ativos no estado, nas cidades de Belém, Marabá, Santarém e Breves. Juntas, as unidades possuem mais de 700 leitos para atender pacientes em situação grave.

O titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Adler Silveira, agradeceu, em nome do estado, à parceria com o Grupo Equatorial, afirmando que os recursos ajudarão a salvar vidas nesse momento difícil, “trazendo dignidade para a nossa sociedade quanto ao atendimento público da saúde”.

O presidente do Grupo Equatorial Energia, Augusto Miranda, disse que o momento é de solidariedade e de realizar ações efetivas, e lembrou de doações de alimentos e kits de higiene que a empresa tem feito para pessoas em vulnerabilidade social e materiais para hospitais em outros estados, como Maranhão, Alagoas e Piauí.

No Pará, a empresa entregou 35 mil litros de água sanitária e 27,5 mil litros de detergente no início de abril, como forma de melhorar as condições de higienização de pessoas em situações de risco. Também foram doadas 45 toneladas de alimentos para ajudar as famílias em dificuldade por causa da interrupção de suas atividades profissionais.

Fachada do hospital de campanha em Belém, um dos quatro contemplados pela iniciativa no estado (foto Agência Pará)

Enel doa álcool gel, máscaras  e cestas básicas na Zona Sul e SP

 A Enel Distribuição São Paulo anunciou que durante esta semana, fará a doação de seis mil frascos de 30 ml de álcool em gel, 4,2 mil máscaras de proteção artesanais e 840 cestas básicas para comunidades da Zona Sul da capital. Dentre os beneficiados, estão famílias de Paraisópolis, Heliópolis, Jardim Umuarama, Vila Prel e Boulevard da Paz.

O projeto faz parte do Enel Compartilha Empreendedorismo, desenvolvido pela companhia para promover a geração de renda em comunidades. Das 7,2 mil máscaras, 800 foram entregues aos agentes voluntários de saúde e economia, que estão trabalhando nas comunidades de Paraisópolis e Heliópolis; as demais unidades serão destinadas  às associações de bairro  do Campo Limpo, Heliópolis e Paraisópolis, e também a Associação São Joaquim, em Carapicuíba e que cuidam de idosos em situação de vulnerabilidade social.

Já as cestas básicas serão distribuídas para 840 famílias, cada uma recebendo um kit com 17 kg de alimento – arroz, feijão, açúcar, macarrão, sal, farinha, óleo de soja e fubá – e 8,5 kg de produto de limpeza – água sanitária, desinfetante, detergente e sabão em barra.

EDP e USP apresentam peça musical para fé e resistência na pandemia

De forma lúdica, a EDP desafiou o maestro Gil Jardim, diretor artístico da Orquestra, de Câmara da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (OCAM) a criar uma peça musical inédita sobre o período da quarentena. O resultado foi uma produção audiovisual com mensagens de inspiração à fé, resistência e a união no enfrentamento da pandemia, com participação de músicas de artistas ícones, como Caetano Veloso, Luiz Gonzaga, Milton Nascimento e Gilberto Gil, além de menções ao antropólogo Darcy Ribeiro e à artista plástica Tarsila do Amaral.

Na abertura, o maestro recita um parágrafo do último livro do líder indígena, ambientalista e escritor Ailton Krenak, alertando o público de que, para combater o vírus, é preciso “cuidado e coragem”. A mensagem termina lembrando que temos por quem lutar durante o confinamento – o povo brasileiro, com sua rica diversidade étnica e cultural.

“Esta peça inédita é um hino de fé, coragem e união para este momento de luta contra a Covid-19. Para nós, é também uma homenagem à música, à literatura e à arte nacionais e à diversidade do povo brasileiro, unido em torno de uma só causa – resistir e sair mais forte desta crise”, comentou Miguel Setas, presidente da EDP.

“Cuidado e coragem”; Musical traz mensagem de fé, resistência e menção ao antropólogo Darcy Ribeiro (foto: EDP)

Para viabilizar a execução do projeto em tempos de isolamento social, um áudio com guia de piano e uma partitura digitalizada foram enviadas aos integrantes da orquestra. Depois, cada um dos 45 músicos gravou individualmente sua parte da peça com ajuda do celular. A partir de então, o maestro reuniu e sincronizou todos os trechos digitalmente, cobrindo a composição com as imagens de Sérgio Roizemblit, ilustrações de Gil Tokio e direção de Arte de Anderson Penha.

“Quisemos não apenas nos reunir para tocar, mas sim colocar nossa música a serviço de uma mensagem mais importante – a de que podemos superar juntos esta crise”, ressaltou Gil Jardim. Assista ao vídeo neste link.