PLD cresce 16% no Sudeste/Centro-Oeste e Sul e chega a $ 91,41/MWh

Preço permanece no piso regulatório de R$ 39,68/MWh nos submercados Nordeste e Norte na quinta semana de maio

O Preço de Liquidação das Diferenças – PLD para o período de 23 a 29 de maio subiu 16% no Sudeste/Centro-Oeste e Sul, passando de R$ 78,88/MWh para R$ 91,41/MWh, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE nessa sexta-feira, 22 de maio, atribuindo o resultado ao baixo armazenamento nos reservatórios do SE/CO. Já para os submercados Nordeste e Norte o preço foi mantido no piso de R$ 39,68/MWh.

A CCEE afirmou que os limites de recebimento de energia da região Sudeste provenientes do Nordeste e do Norte foram atingidos em todos os patamares, mantendo o descolamento dos preços dos submercados em relação aos demais. É esperado que as afluências de maio fechem em torno de 81% da média de longo termo (MLT) para o sistema, sendo aproximadamente 78% na região Sudeste, 80% na região Nordeste, 115% na região Norte e 12% na região Sul.

Já a expectativa de carga para o Sistema Interligado Nacional (SIN) para a próxima semana operativa não sofreu alteração em relação a previsão anterior. Os níveis dos reservatórios ficaram cerca de 797 MW médios abaixo do esperado com 818 MW médios a menos no Sudeste, 51 MW médios no Nordeste e 107 MW médios no Norte. Apenas no subsistema Sul a capacidade está mais alta em relação a expectativa, com 179 MW médios.

O fator de ajuste do MRE estimado para o mês de maio de 2020 passou de 94,0% para 93,7%. Os Encargos de Serviços do Sistema (ESS) para o mês tem previsão de R$ 26,2 milhões, sendo R$ 18,0 milhões devido a restrições operativas, R$ 4,3 milhões devido a segurança energética e R$ 3,9 milhões a Unit Commitment.