Novas diretoras tomam posse na EPE

Angela Regina Livino de Carvalho assume a Gestão Corporativa e Heloísa Borges Esteves a área de Petróleo, Gás e Biocombustíveis

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) comunicou nessa segunda-feira, 25 de maio, a nomeação e posse de Angela Regina Livino de Carvalho para a Diretoria de Gestão Corporativa da instituição, no lugar de Alvaro Pereira, e de Heloísa Borges Esteves como nova Diretora de Petróleo, Gás e Biocombustíveis, em substituição a José Mauro Ferreira Costa, que deixou o cargo em abril para assumir a Secretaria do Ministério de Minas e Energia (MME).

Ao longo de seus 15 anos na organização, Angela acumulou desafios técnicos e gerenciais, atuando em diferentes áreas. Ingressou como Assessora em agosto de 2005, para depois ser admitida como Analista de Pesquisa Energética em 2010, por meio de concurso público. Em 2014 foi designada como Superintendente Adjunta da Superintendência de Planejamento da Geração e 2017 passou a ser lotada na Presidência, atuando inicialmente como Assessora da Presidência e em maio de 2019 como Chefe de Gabinete da Presidência.

Também planejou e desenvolveu diversos estudos ligados a energéticos variados, além de coordenar o grupo de metodologia para validação dos modelos computacionais utilizados para o planejamento e programação do sistema elétrico e se envolver ativamente na dinâmica dos leilões de energia nova desde sua entrada no quadro técnico da Empresa.

Graduada em Engenharia Civil pela UFRJ, a nova diretora possui Mestrado e Doutorado em Engenharia Civil com especialização em recursos hídricos e meio ambiente pela COPPE/UFRJ. Antes da EPE, foi engenheira da Gerência de Planejamento da Operação do Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS de 2001 a 2005 e de 1997 a 2001 e foi Pesquisadora Contratada, Bolsista de Mestrado e Estagiária do Programas de Estudos Energéticos do Centro de Pesquisa de Energia Elétricas da Eletrobras – CEPEL.

O presidente da instituição, Thiago Barral, elogiou a indicação, “muito feliz, pois privilegia a meritocracia, um perfil técnico, altamente qualificado”, comenta, afirmando se tratar de uma profissional conhecida na organização pelo grande comprometimento, e que vem contribuir decisivamente na melhoria contínua da gestão da Empresa.

Empoderamento feminino

A nova diretora se junta a outra nomeação feminina no dia, de Heloisa Borges, ex superintendente de Promoção de Licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP), constituindo assim as duas primeiras mulheres a assumir o cargo na Diretoria da EPE. Doutora em economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde também fez mestrado e pós-graduação em Direito Público pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Heloísa possui mais de 10 anos de experiência profissional em diferentes áreas na ANP.

“Sua nomeação é uma vitória para a EPE, por ser uma profissional altamente qualificada e publicamente elogiada por sua dedicação e envolvimento com os desafios que enfrentou na sua trajetória profissional”, comenta Barral.

O Superintendente de Petróleo e Gás Natural, Marcos Frederico Farias de Souza, elencou importantes desafios que a profissional terá à frente da diretoria, como a garantia do aprimoramento constante dos estudos que subsidiam o Ministério de Minas e Energia no planejamento energético e o suporte à Política Nacional de Biocombustíveis – RenovaBio, além da iniciativa Abastece Brasil.