Projetos de transmissão no Nordeste são enquadrados junto ao Reidi

MME aprovou reforços em instalações na Bahia, Ceará e Piauí, com investimentos estimados em R$ 84,6 milhões livre dos encargos

O Ministério de Minas e Energia enquadrou dois projetos de reforços em instalações de transmissão junto ao Regime Especial de Incentivos ao Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi), compreendendo a subestação Olindina (BA), por parte Nova Olindina Transmissora, Sociedade de Propósito Específico controlada pela Montago Construtora, e de obras na SE Milagres II (CE) e linha de transmissão Curral Novo Piauí II – Milagres II, contemplando também parte do Piauí.

Com a aprovação do governo, os investimentos somam a ordem de R$ 84,6 milhões, livre dos encargos PIS/PASEP e Confins, sendo R$ 54,3 milhões relativo ao primeiro projeto e R$ 30,3 milhões do segundo, de posse da Iracema Transmissora de Energia. O cronograma dos trabalhos indica um período de execução entre março de 2020 até 2023.