UTE Coari entra em operação no Amazonas

Contrato assinado entre a Siemens e a ex-distribuidora da Eletrobrás foi assinado em 2017 para atender a demanda da cidade em meio à floresta amazônica

A UTE Coari, resultado de um contrato firmado em 2017 entre o Consórcio Energia do Amazonas – composto pela Guascor do Brasil Ltda. e a Dresser-Rand do Brasil Ltda. – ambas pertencentes ao Grupo Siemens – e a Eletrobras Distribuição Amazonas, que foi negociada com a Oliveira Energia no final de 2018, foi recentemente colocada em operação. A planta tem um contrato de 12 anos que prevê o fornecimento de mais de 23 MW, atendendo mais de 85 mil habitantes do município de Coari (AM) e região.

De acordo com a empresa alemã, a central é completamente automatizada e digitalizada. São atendidos com a usina quatro alimentadores da cidade amazonense que somam 40,2 MW de potência instalada.
As turbinas a gás utilizadas na planta foram fabricadas na Inglaterra, a turbina a vapor foi produzida em Jundiaí (SP) e a integração dos equipamentos feita em Houston (EUA). A solução de ciclo combinado adotada utiliza gás disponível na cidade. A térmica substituiu o fornecimento baseado em óleo diesel.
Coari é um município cujo acesso principal se dá de barco pelo Rio Solimões. A viagem dura, normalmente, nove horas. Entretanto, apontou a multinacional, mesmo com os desafios geográficos, a Siemens Energy conseguiu concluir a construção da usina em 13 meses e contou com 60% de mão de obra local.  Desde a inauguração da usina em Coari, a geração passou a ser de responsabilidade da Siemens Energy e a distribuição a cargo da distribuidora privatizada.