EDP entrega quatro usinas solares em São Paulo e mira GD

Empreendimento instalado em Taubaté integra mais de 4 MWp e irá fornecer energia a 516 lojas da Claro no estado

A EDP entregou quatro usinas solares em uma área de 5,8 hectares em Taubaté (SP), informou a companhia nessa quarta-feira, 3 de junho. As plantas possuem uma capacidade instalada de mais de 4 MWp e irão operar na modalidade de Geração Distribuída para fornecer energia a 516 unidades consumidoras da Claro espalhadas pelo estado de São Paulo, com geração prevista de 6.000 MWh/ano.

O diretor de Infraestrutura da empresa de telecomunicações, Hamilton Ricardo Pereira da Silva, afirmou que o empreendimento integra as iniciativas do programa Energia da Claro, lançado em 2017 para fomentar o uso de fontes renováveis e ações de proteção ao meio ambiente em todas as operações e instalações da empresa no Brasil. Além de São Paulo, há UFVs já instaladas na Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina.

Segundo o executivo, o programa vai gerar 80% da energia consumida pela empresa até 2021, representando mais de 600.000 MWh ao ano, englobando ainda ações de mobilidade elétrica e eficiência energética. “Outros projetos estão em fase final de implantação em outras regiões”, completou.

Por sua vez, o vice-presidente de Estratégia de Novos Negócios da EDP no Brasil, Carlos Andrade, disse enxergar a área de GD como uma das mais promissoras para o negócio da companhia elétrica nos próximos anos. “Vamos atuar para aumentar nossa participação no segmento e a nossa escolha para entregar este projeto à Claro mostra a credibilidade conquistada na área”, comentou.