PLD aumenta 10% nos submercados Sudeste e Sul

Preço sobe para R$ 114,92/MWh e permanece no piso regulatório de R$ 39,68/MWh para as demais regiões na segunda semana de junho

O Preço de Liquidação das Diferenças – PLD para a segunda semana de junho subiu 10% nos submercados Sudeste e Sul, passando de R$ 104,09/MWh para R$ 114,92/MWh. No Nordeste e Norte, o valor manteve-se no mínimo regulatório de R$ 39,68/MWh, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE nessa sexta-feira, 5 de junho, atribuindo o resultado à piora do armazenamento na região Sudeste/Centro-Oeste, aliada com a expectativa de manutenção da redução das afluências e aumento na carga do subsistema.

Para junho são previstas afluências em torno de 76% da Média de Longo Termo (MLT) para o sistema, com apenas o Norte do país aguardando fluxos superiores às da média de 118%. Já na região Sudeste a expectativa está em torno de 76% da MLT, 29% no Sul e 81% no Nordeste. A perspectiva para a próxima semana aponta para uma carga de 658 MW médios mais altos ao Sistema Interligado Nacional (SIN), com elevação somente no submercado SE/CO.

Por sua vez os níveis dos reservatórios ficaram cerca de 1.927 MW/médios abaixo do esperado, com variação negativa de 2.043 MW médios e 126 MW/médios no Sudeste e Norte, respectivamente. A maior capacidade veio através de 139 MW/médios no Sul 103 MW/médios no Nordeste.

O fator de ajuste do MRE estimado para o mês passou de 72,3% para 73,5%, e o Encargo de Serviços do Sistema (ESS) está em R$ 14,2 milhões, sendo R$ 10,4 milhões devido a restrições operativas, R$ 1,3 milhões por segurança energética e R$ 2,5 milhões a Unit Commitment.