Taesa informa extinção do contrato para compra de duas transmissoras

Prazo para conclusão da operação expirou e companhia afirma que manterá esforços para aquisição de 51% das concessões TMT e VSB

Em comunicado ao mercado na noite da última quarta-feira (10), a Taesa informou que o contrato para aquisição de 51% das ações representativas do capital total e votante dos empreendimentos Triangulo Mineiro Transmissora de Energia e Vale do São Bartolomeu Transmissora de Energia, celebrado em 17 de dezembro de 2018, foi extinto em função do prazo para conclusão da compra ter expirado.

Os ativos pertencem à Âmbar Energia, controlada pelo Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia Milão, e que negociou recentemente as transmissoras São João e São Pedro com a companhia. Na nota, a empresa comentou que, ainda que os efeitos do contrato tenham sido extintos, manterá seus esforços junto aos vendedores, com vistas a dar continuidade ao processo de aquisição dos ativos.