Aneel libera 447 MW em produção independente pelo país

Autorizações foram concedidas para UFVs em Pernambuco, eólicas no Rio Grande do Norte e duas PCHs no Rio Grande do Sul

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica, André Pepitone, deliberou autorizações nessa segunda-feira, 15 de junho, contemplando novas produções independentes de energia elétrica fotovoltaica no Pernambuco e Ceará, eólicas no Rio Grande do Norte e pequenas centrais hidrelétricas no Rio Grande do Sul, totalizando 447 MW de potência entre 14 empreendimentos, para uma outorga de 35 anos.

A desenvolvedora Solatio Energia recebeu parecer positivo para exploração de 294,6 MW entre seis plantas de geração do parque solar Belmonte, localizado no município de São José do Belmonte (PE). Outra UFV aprovada foi a Lavras 7, da empresa Lavras 7 Energias Renováveis, totalizando 20 MW em Caucaia (CE).

Já a companhia Serra Verde Energética está autorizada a implantar e explorar cinco centrais eólicas do parque Serra Verde, somando 117,3 MW de capacidade instalada nos municípios de Bodó, Carnaubais, Cerro Corá, Assú e Santana do Mato (RN)

No Rio Grande do Sul, a cooperativa Coprel teve duas PCHs contempladas pela decisão da Aneel: Santo Antônio do Jacuí, com 5,2 MW de potência na altura de Victor Graeff e Mormaço, e Tio Hugo, com 9,8 MW entre as cidades de Tio Hugo e Ibirapuitã.