Consumo nacional de gás natural recua 25% em abril, diz Abegás

Uso do gás para geração termelétrica teve um recuo de 10% na comparação com abril de 2019

O consumo de gás natural em abril recuou 25% na comparação com igual período em 2019, reflexo da redução de demanda causada pela pandemia do Covid-19.

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), o segmento automotivo foi o que mais sofreu com as medidas de isolamento. A demanda desse setor caiu 45% em abril na comparação anual. No comércio, a queda foi de 42% e na indústria, – 32% em relação a abril de 2019.

“É o menor consumo de gás natural em 15 anos. Em abril, desconsiderando as termoelétricas, a demanda foi de apenas 27,6 milhões de metros cúbicos/dia, menor volume não térmico registrado desde 2005, quando a associação começou a divulgação desse levantamento”, explica o presidente executivo da Abegás, Augusto Salomon.

O uso do gás para geração termelétrica teve um recuo de 10% na comparação com o mesmo período de 2019. Já o segmento da cogeração caiu 23% em abril.

Em abril, o número de unidades consumidoras de gás natural chegou a 3,7 milhões — número de medidores nas indústrias, comércios e residências e outros pontos de consumo.