CEB recebe outorga de 30 anos para iluminação pública no Distrito Federal

Decreto expande concessão do serviço e imputa à companhia a gestão e planejamento do sistema no estado, com captação dos recursos e execução das obras

A Companhia Energética de Brasília (CEB) recebeu uma nova outorga do Governo do Distrito Federal para seguir atuando na prestação do serviço de Iluminação Pública (IP) do Distrito Federal por um período de 30 anos. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União na última quinta-feira (17), e indica que a holding da companhia passará a fazer a gestão dos recursos da Contribuição de Iluminação Pública – CIP, bem como todas as operações e serviços do segmento.

De acordo com o documento, o novo formato prevê a realização do planejamento e da decisão das áreas prioritárias, envolvendo investimento e gestão da implantação, eficientização, operação e manutenção, além da captação de recursos e execução das obras, o que pode trazer maior agilidade na modernização do Parque de Iluminação Pública do Distrito.

O Presidente da CEB, Edison Garcia, comentou que a regulamentação obtida amplia a atuação que a companhia já realiza na prestação do serviço, destacando a permissão para atuar desde o planejamento inicial até a finalização das obras, o que trará mais eficiência a todo o processo.

“A intenção é que a iluminação pública do DF seja modernizada em sua totalidade poder atuar na captação de recursos externos, nacionais e internacionais, colaborando para a busca de eficientização energética”, avalia.

Garcia informou ainda que o governador Ibaneis Rocha orientou que a CEB estruture um planejamento para que toda as lâmpadas sejam substituídas por modelos de LED em até dois anos, além da expansão do parque de Iluminação para áreas que necessitam de luz para proteção das pessoas.