CEB lança programa de negociação de dívidas

Distribuidora oferece condições para clientes atingidos pela pandemia, especialmente comerciais, pagarem contas em atraso

A CEB Distribuição lançou um nova edição do Programa de Recuperação de Créditos de consumidores com dificuldades de manter suas contas em dia em decorrência da crise do coronavírus. As negociações podem ser feitas a partir desta segunda-feira, 22 de junho, e tem como alvo principal os clientes da classe comercial, que foram fortemente atingidos pelas restrições resultantes das medidas de isolamento social.

Os débitos poderão ser parcelados em seis vezes iguais, sem juros, com entrada de 20% e abatimento de 100% dos juros e multa por inadimplência. Caso o cliente opte por dividir em 12 vezes sem juros, a entrada aumentará para 40% e os juros e multa por inadimplência terão abatimento de 50%. Outra possibilidade é o parcelamento de 13 a 36 vezes, com juros de 0,80% ao mês e entrada de 20%.

O programa Recupera permite também o parcelamento do consumo já faturado, com conta ainda não vencida. “Sensíveis ao momento delicado que todos estamos passando por conta da pandemia, nossa intenção é facilitar a negociação para os clientes que querem pagar, mas que enfrentam dificuldades financeiras provocadas pela atual situação”, disse o presidente da CEB, Edison Garcia, em nota divulgada por sua assessoria.

Para renegociar os débitos, os clientes devem acessar a Agência Digital da  empresa (www.agenciadigital.com.br), clicar em “Serviços Expressos”, depois selecionar a opção “Parcelamento de Débitos” e preencher todos os dados solicitados. Após análise, a resposta será enviada para o e-mail cadastrado em até três dias úteis, não havendo necessidade do cliente ligar para a CEB. A empresa já havia executado uma primeira versão do programa Recupera no segundo semestre do ano passado.