Ferramenta facilita conexão de geração distribuída em MG

Plataforma possibilita localizar pontos com maior viabilidade técnica na rede elétrica

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, lançou na última segunda-feira, 29 de junho, o Mapa de Disponibilidade – uma ferramenta on-line que sinaliza as conexões fotovoltaicas de geração distribuída (GD) no estado. A partir de agora, a empresa que quer instalar esses sistemas poderá entrar no site da concessionária Cemig e acessar os pontos de capacidade da rede elétrica de uma determinada região, realizando em minutos um processo que durava até 60 dias.

“Minas Gerais acaba de dar um grande passo em mais um processo de simplificação. O Mapa de Disponibilidade vai facilitar a vida de quem quer empreender no estado. Além de desburocratizar, queremos gerar cada vez mais empregos e renda”, destaca o governador.

A iniciativa é fruto de uma solicitação da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) e foi elaborada pela Cemig, com objetivo de aumentar a transparência e a agilidade do processo de consulta de acesso de cargas e minigeração. A plataforma também possibilita localizar pontos com maior viabilidade técnica, menor custo e prazo para conexão.

“Além disso, o retorno nos casos em que não houver disponibilidade de rede, por exemplo, o empreendedor já tem uma sinalização pelo próprio sistema da necessidade de obra, a dimensão dela e os eventuais prazos estimados para que ela aconteça. Então, o empreendedor já consegue tomar decisão mais rápida sobre a instalação ou não na localidade que ele está consultando”, afirma Fernando Passalio, secretário-adjunto da Sede.

O Mapa de Disponibilidade de energia fotovoltaica é uma solução pioneira no setor elétrico brasileiro, conforme detalha o diretor-presidente da Cemig, Reynaldo Passanezi. “A Cemig fez diversas pesquisas entre distribuidoras do Brasil e não há nada parecido. Essa ferramenta mostra o compromisso e a seriedade que a distribuidora tem para atender os seus clientes. Além de mostrar toda disponibilidade que temos em nossa área de concessão, a ferramenta fornece uma estimativa de custo da obra que o cliente precisará para conectar o seu empreendimento à rede da Cemig”, explica.

Passanezi destaca ainda que Minas Gerais possui grande potencial na energia solar e atualmente é líder desse mercado, com quase 8 mil conexões na rede elétrica da companhia. O Estado representa cerca de 20% das conexões de GD no Brasil, com mais de 40 mil unidades já conectadas a sua rede de distribuição.

Graus de disponibilidade
O Mapa de Disponibilidade de energia fotovoltaica contempla todas as mais de 400 subestações da Cemig no estado, além de indicar as instalações que estão sendo implantadas. A ferramenta classifica por cores a disponibilidade de cada subestação, sendo: Verde, quando há disponibilidade para atendimento; Amarela, quando a disponibilidade está limitada ou condicionada a uma obra estruturante; Vermelha para indicar que a capacidade de atendimento está 100% comprometida; e Cinza, quando a subestação está planejada para construção.

Além da facilidade ao usuário, o mapa otimiza o uso da rede da Cemig pelo consumidor, já que ele poderá direcionar seus investimentos para aqueles pontos de melhor distribuição. Assim, é possível desafogar as redes sobrecarregadas, direcionando investimentos para outras áreas em que a rede está disponível. Isso requer menos investimento tanto pela Cemig quanto pelo investidor na sua expansão.