MME define cronograma de leilões de LTs e certame desse ano vai movimentar R$ 6,1 bi

Análise integrada fez com que R$ 4,3 bilhões em investimentos fossem adiados próximos anos

O Ministério Bento Albuquerque assinou nesta sexta-feira, 10 de julho, portaria que estabelece novo cronograma de Licitações para a Concessão de Serviço Público para Transmissão, que ocorrerão nos anos de 2020, 2021 e 2022. Os leilões foram postergados desde o início da pandemia, em decorrência dos efeitos e incertezas advindos do estado de emergência em saúde pública causado pela Covid-19. O certame deste ano terá empreendimentos de transmissão nos estados do Rio Grande do Sul, Ceará, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Goiás e São Paulo.

Ao mesmo tempo, o MME pediu das distribuidoras manifestação quanto ao interesse na manutenção das instalações de transmissão previstas para licitação em 2020 e que iriam se integrar aos seus respectivos sistemas de distribuição. Como resultado dessa análise integrada, estima-se que cerca de R$ 4,3 bilhões em investimento no sistema de transmissão, inicialmente indicados para licitação nesse ano, sejam adiados para participar de leilões futuros, previstos para 2021 e 2022. Assim, o investimento a ser concedido em 2020 passou de R$ 10,4 bilhões para R$ 6,1 bilhões.

Empreendimentos de Transmissão indicados para o Leilão de Transmissão de 2020

 

Empreendimentos de Transmissão UF
SE 230/138 KV Cachoeirinha 3 (nova) – com transformação 1°, 2° e 3°
ATF 230/138 kV, (9+1R) x 55 MVA 1ФSeccionamento da LT 230 KV Gravataí 2 – Canoas 2 – C1, para conexão
à SE Cachoeirinha 3 – 2×2,5 kmSeccionamento da LT 230 KV Gravataí 2 – Cidade Industrial, C1,
para conexão à SE Cachoeirinha 3 – 2×2,5 kmSeccionamento da LT 230 KV Gravataí 2 – Cidade Industrial, C2, para conexão à SE Cachoeirinha 3 – 2×2,5 km

LT 230 kV Porto Alegre 1 – Porto Alegre 9 – Circuito simples (subterrâneo) –
comprimento aproximado de 9 km

LT 230 kV Capivari do Sul – Osório 3 – Circuito Simples –
comprimento aproximado de 29 km

LT 230 kV Guaíba 3 – Polo Petroquímico – Circuito Simples –
comprimento aproximado de 33 km

SE Guaíba 3 – Compensador Estático 525 kV

SE 525/230 kV Guaíba 3 – 2 EL em 525 kV provenientes das SEs Nova
Santa Rita e Itá; 2 EL’s em 230 kV provenientes das subestações polo
Petroquímico e da nova SE Charqueadas 3

SE 230/69 kV Charqueadas 3 – Nova – 1° e 2° TF 230/69 kV, 2 x 150 MVA 3Ф

Trecho de LT em 230 kV entre o Seccionamento da LT 230 kV
Cidade Industrial –  Charqueadas para conexão à SE Charqueadas 3 (nova)
– Circuito Duplo (subterrâneo) – comprimento aproximado de 2×5,5 km.

Trecho de LT em 230 kV entre o Seccionamento da LT 230 kV Santa Cruz –
Charqueadas para conexão à SE Charqueadas 3 (nova) – Circuito Duplo –
(subterrâneo) – comprimento aproximado de 2×5,5 km.

LT 230 kV Guaíba 3 – Charqueadas 3 – Circuito Simples – comprimento
aproximado de 10 km.

SE 230/13,8 kV Porto Alegre 4;  barramento 230 kV em BD4 (GIS) e transformadores 230/13,8 kV

RS
LT’s 230 kV Fortaleza II – Dias Macedo II – C1 e C2 – subterrâneas,
com extensão aproximada de 7,6 km cadaSE 230/69 kV Dias Macedo II (isolada a gás) – nova – pátios em 230
e 69 kV – 2 EL em 230 kV provenientes da subestação Fortaleza II
e transformação 1°, 2° e 3° transformadores trifásicos 230/69 kV – 3 x 200/240 MVA
CE
SE 230/138 kV – Iguatemi 2 – nova – 1º e 2º ATF 230/138kV,
2×150 MVA – 3ØTrecho de LT em circuito duplo 230 kV entre o seccionamento
LT 230kV Guaíra – Dourados, C1 e a conexão à SE Iguatemi 2 – nova – 2 x 3 km
MS
LT’s 230 kV Lechuga – Tarumã – C1 e C2 – CD – comprimento total
aproximado de 12,5 km, sendo 2×9,3 km aéreos e 2×3,2 km subterrâneosSE 230/138 kV Tarumã – novos pátios 230 e 138 kV  com transformação
ATR – 230/138-13,8 kV – 1Ø – (6+1) x 100 MVA – 600 MVASE 230/69 kV – Presidente Figueiredo – nova – com transformação
de 2 TF 230-69-13,8 KV – 2 X 50 MVA – 3Ф

Trecho de LTs em 230 kV entre o seccionamento da LT Balbina –
Cristiano Rocha para conexão à SE Presidente Figueiredo-2x (7+3) km.

Incorporação dos ativos existente em serviço designado à da Amazonas-GT
pela Portaria do MME nº 706, de 15 de dezembro de 2016.  Revitalização
das subestações Manaus, Cristiano Rocha e Balbina

AM
LT 500 kV Trindade – Silvânia – C1 – comprimento aproximado de 155 km –
com reatores de linha em ambas as extremidades 60 Mvar – 3+1R x (- 20,00 Mvar).SE 500 kV Silvânia – seccionadora – nova – com reatores de barra 60 Mvar
– 3+1R x (-20 Mvar).Trecho de LT em 500 kV, circuito duplo, entre o seccionamento da LT
em 500 kV Samambaia – Itumbiara – C1, para conexão à nova SE Silvânia
– 2 x 14,5 km.

Trecho de LT em 500 kV, circuito duplo, entre o seccionamento da LT
em 500 kV Samambaia – Emborcação – C1, para conexão à nova SE Silvânia – 2 x 7,5 km.

 

GO
LT 345 kV Norte – Miguel Reale, C3 e C4 – subterrâneas – comprimento
aproximada 14,5 kmSubestação São Caetano do Sul (GIS) 345/88 kV – novos pátios em
345 e 88 kV (GIS) – com transformação 1° e 2° TR 345/88 kV –
(6+1R) x 133,33 MVA 1Ф

Subestação São Miguel (GIS) 345/88 kV – novos pátios em 345 e
88 kV (GIS) – com transformação 1°, 2° e 3° TR 345/88 kV –
(9+1R) x 133,33 MVA 1Ф

LT 345 kV Norte – São Miguel, C1 e C2– subterrânea – comprimento
aproximada de 8,1 km

LT 345 kV São Miguel – Ramon, C1 e C2 – subterrânea – comprimento
aproximada de 9,1 km

LT 345 kV Miguel Reale – São Caetano do Sul, C1 e C2 – subterrânea –
comprimento aproximada de 7,8 km

LT 345 kV Sul – São Caetano do Sul, C1 e C2 – subterrânea –
comprimento aproximada de 14,1km

Trechos de LT em 345 kV entre a SE Sul e a LT 345 kV Ibiuna – Tijuco Preto C2.

SP
LT 500 kV Morro do Chapeu II – Poções III C1 – CS 356 km com reatores de linha fixos -190 Mvar – 1Ф – (3+1) x -63,3 Mvar na SE Morro do Chapeu II com reatores de linha fixos -190 Mvar – 1Ф – (3+1) x -63,3 Mvar na SE Poções III

LT 500 kV Pocões III – Medeiros Neto II C1 – CS 329 km com reatores de linha fixos -250 Mvar – 1Ф – (3+1) x -83,3 Mvar na SE Poções III com reatores de linha fixos – 250 Mvar – 1Ф – (3+1) x -83,3 Mvar na SE Medeiros Neto II

LT Medeiros Neto II – Joao Neiva 2 C1 – CS 282 km com reatores de linha fixos – 215 Mvar – 1Ф – (3+1) x -71,6 Mvar na SE Medeiros Neto II com reatores de linha fixos – 215 Mvar – 1Ф – (3+1) x -71,6 Mvar na SE João Neiva II

SE 500 kV Medeiros Neto II – Novo pátio 500 kV 2 Reatores de barra 500 kV – 200 Mvar – 1Ф – (6+1) x -66,6 Mvar Compensador Síncrono -180/300 Mvar

SE 230 kV Medeiros Neto II – Novo pátio 230 kV – BD4 –  com transformação 1º ATF500/230 kV (3+1 res.) x 100 MVA – (1Ф)

LT 230 kV Medeiros Neto II – Teixeira de Freitas II, C1 e C2 – CD – com aproximadamente 59 km

BA