Nível de armazenamento cai 0,5% nos reservatórios do Sul

Nordeste apresenta estabilidade enquanto outros dois subsistemas também recuam, segundo ONS

A tendência de baixa dos reservatórios continuou na última quarta-feira, 22 de julho, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico, na comparação com o dia anterior. A região Sul continua com a queda mais acelerada nos níveis de armazenamento. No subsistema, os reservatórios baixaram 0,5% para 62,1% da capacidade. A energia armazenada está em 12.361 MW mês e a energia afluente armazenável em 125% da média histórica. A hidrelétrica G.B.Munhoz opera com 51,10% da capacidade e Salto Santiago, com 39,52%.

No subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o nível dos reservatórios recuou 0,1% para 50% da capacidade. A energia armazenada ficou em 101.352 MW mês e a energia afluente armazenável, em 84% da MLT. A UHE Furnas trabalha com 58,84% da capacidade e Nova Ponte, 48,16%.

A região Norte também teve redução de 0,1% no nível dos reservatórios para 82,3%. A energia armazenada ficou em 12.480 MW mês e 94% da média histórica. A usina Tucuruí está com 98,16% da capacidade.

Já a região Nordeste apresentou estabilidade na variação do nível de armazenamento, ficando em 84% da capacidade. A energia armazenada está com 43.331 MW mês e a ENA armazenável, em 73% da MLT. A UHE Sobradinho opera com 82,03% da capacidade.