Justiça suspende desligamento da Linkx Comercializadora

CCEE informou que vai recorrer da decisão judicial

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica foi obrigada, por decisão judicial, a suspender o desligamento da Linkx Comercializadora. A penalidade foi aplicada em 19 de novembro do ano passado por descumprimento de obrigações  pela empresa durante três meses consecutivos.

A determinação proferida no âmbito do processo de recuperação judicial da comercializadora tem efeito a partir de julho de 2020, sob pena de multa diária. Em nota divulgada nesta sexta-feira, 31 de julho, a CCEE informou que vai recorrer da decisão.

Em dezembro passado, a Linkx tentou sem sucesso suspender o desligamento do quadro de associados da Câmara, por meio de pedido de impugnação. Com prejuízo de R$ 29 milhões no primeiro trimestre de 2019, a comercializadora entrou em recuperação judicial em maio do ano passado com outras três empresas: Indeco Energia Águas e Utilidades, Indeco Eficiência Energética e Ambiental e Indeco Águas e Utilidades. A divida total do grupo  chegava a R$ 139,8 milhões.