ONS reduz previsão de carga para agosto

Previsão de taxa de crescimento em relação a igual período do ano passado caiu de 1,3% para 0,1% em uma semana

O Operador Nacional do Sistema (ONS) reduziu a previsão de carga mensal de energia de 64.825 para 64.088 MW médios em agosto no Sistema Interligado Nacional. A taxa de crescimento em relação a igual período do ano passado caiu de 1,3% para 0,1%. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 7 de agosto.

Considerando o comportamento esperado por submercado, a carga do Sudeste indica variação positiva de 1% e no Norte de 2,3%. Contudo, Sul e Nordeste apontam para variação negativa de 2,3% e 1,8%, respectivamente.

As afluências mensais foram reduzidas em relação à previsão apresentada na semana passada. A expectativa é de ENAs em agosto de 73% da média histórica no Sudeste; 56% no Sul; 67% no Nordeste; e 76% no Norte.

Em relação ao armazenamento máximo dos reservatórios, a expectativa é terminar o mês com 42,5% no Sudeste, 42% no Sul, 71% no Nordeste, e 69,3% no Norte.

A média semanal do custo marginal de operação ficou em R$ 99,51/MWh nos submercados Sudeste/Centro-Oeste, Sul e Norte. Houve descolamento no Nordeste, cujo CMO ficou em R$ 67,85/MWh.