Lucro da Eletrobras recua 17% no segundo trimestre

Ganhos da estatal somaram R$ 4,6 bilhões nos três meses encerrados em junho e chegou a R$ 4,9 bilhões no acumulado do ano

A Eletrobras terminou o segundo trimestre de 2020 com lucro de R$ 4,6 bilhões, resultado 17% menor que os  R$ 5,5 bilhões registrados no mesmo período do ano passado. A receita operacional líquida teve um aumento de 68%, chegando aos R$ 11 bilhões. Já o ebitda disparou 483%, saindo de R$ 1,33 bilhão no segundo trimestre de 2019 para R$ 7,8 bilhões.

No semestre, o lucro da estatal teve uma queda de 29%, chegando a R$ 4,9 bilhões. A receita líquida de R$ 18 bilhões no período mostra que houve um aumento de 38% na comparação com os R$ 13 bilhões registrados no primeiro semestre de 2019. O ebitda no acumulado de 2020 chegou a R$ 10,5 bilhões, subindo 147%.

De acordo com a Eletrobras, o resultado do trimestre foi impactado pelo efeito das revisões tarifárias das transmissoras para o ciclo 2020-2021. Houve ainda a queda de 26% de PMSO, que passou de R$ 2,3 bilhões no segundo trimestre do ano passado para R$ 1,7 bilhão no segundo trimestre desse ano. O resultado do PMSO é considerado pelo presidente da empresa, Wilson Ferreira Junior uma conquista, fruto de medidas permanentes de disciplina financeira adotadas nos últimos anos e que passaram a fazer parte do DNA da empresa.